A prova de vida do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) volta a ser obrigatória a partir desta terça-feira (1º) e os beneficiários que não fizerem o procedimento terão os pagamentos bloqueados. A obrigatoriedade estava suspensa desde março de 2020, mas com o avanço da vacinação voltou a valer.

De acordo com a Portaria 1.299, publicada no Diário Oficial da União, os beneficiários que precisam fazer a prova neste mês de maio foram selecionados para o primeiro lote do processo de comprovação de vida por biometria facial, que pode ser realizada nos aplicativos Meu INSS e Meu gov.br.

+ Quer se aposentar em 2021? Veja como estão as regras do INSS

O INSS destaca que a prova realizada junto às instituições financeiras continuam válidas e podem ser feitas normalmente. A prova de vida tem a finalidade de comprovar que o beneficiário ainda vive e deve ser realizada anualmente pelos segurados do INSS.

Ampliada no último mês de fevereiro para cerca de 5,3 milhões de segurados, a prova de vida por biometria facial está disponível no aplicativo Meu INSS e Meu gov.br. Para mais informações, os interessados podem consultar a página do INSS ou o canal do INSS no Youtube.

Autor:

Isto é Dinheiro

Redação