A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (15/10/2021), a OPERAÇÃO SEM FIANÇA, com o intuito de recuperar bens e valores de fianças que foram subtraídos por um servidor público da Justiça Federal que, à época dos fatos, era lotado na Seção Judiciária de Rondônia, em Porto Velho.

As investigações tiveram início em 2019 a partir de dois processos administrativos instaurados pela Justiça Federal de Porto Velho que apuravam uso de documento falso e a apropriações de valores recebidos a título de fiança.

A Justiça Federal de Porto Velho/RO expediu mandado de busca e apreensão que foi cumprido na residência do servidor que atualmente está lotado e reside em Palmas/TO. O resultado das buscas será analisado juntamente com os dados obtidos com a quebra de sigilo bancário e fiscal do servidor.

A operação denominada SEM FIANÇA é uma alusão aos processos judiciais que não possuíam o valor dado em fiança depositados, que, em tese, o servidor se apropriou.

Fonte/Autor:

Assessoria