A deputada federal Silvia Cristina (PDT), representou a Câmara Federal, como presidente da Frente Parlamentar de Luta contra o Câncer, no 6° Congresso Todos Juntos Contra o Câncer, que aconteceu na quarta-feira (4), em São Paulo. "Participei deste importante evento representando a Câmara para falar sobre os projetos de lei e ouvir as demandas destas entidades para analisar o que é possível fazer enquanto deputada federal. Com certeza, através deste evento serão geradas oportunidades de fazer novas leis", comentou Silvia Cristina, que agradeceu o Movimento Todos Juntos Contra o Câncer pelo convite.

Segundo a organização, o Congresso tem como finalidade “levantar as principais dificuldades na área oncológica para que, com o apoio de líderes da saúde como médicos oncologistas, profissionais da saúde, representantes do governo e de organizações de apoio a pacientes, e ainda com o suporte dos jornalistas, possam propor as soluções necessárias aos órgãos responsáveis pela Saúde para melhoria no tratamento e na prevenção do Câncer”.

Como única representante do Congresso, Silvia Cristina esteve presente em duas mesas. No primeiro momento, a deputada participou de um debate sobre o Diagnóstico Precoce do Câncer, com o apresentador e editor-chefe do programa Conexão Repórter, no SBT, Roberto Cabrini; membro do Comitê Gestor do Centro Oncológico dos Hospital Israelita Albert Einstein, Dr. Antônio Buzaid; fundadora e presidente voluntária da FEMAMA, Maíra Caleff; professora associada do Departamento de Cirurgia da Universidade de São Paulo, Dra. Kátia Ramos e o coordenador da Coordenadoria de Controle de Doenças da Secretaria de estado da Saúde de São Paulo, Dr. Paulo Menezes.

O segundo debate, a deputada participou através de um convite da  diretora executiva do Instituto Avon, Daniela Grelin, foi sobre Os Direitos das Mulheres Antes e Depois do Câncer de Mama, junto com a jornalista Ana Furtado, presidente do Oncoguia, Luciana Holtz e a editora de beleza, karina Hollo.

Durante o evento, Silvia Cristina comentou sobre a Frente Parlamentar em Prol da Luta Contra o Câncer, as proposições de sua autoria, que são a PL 998/2019- Altera a Lei n°12.732, de 22 de novembro de 2012, para obrigar o tratamento do paciente de câncer na rede privada, caso o seu tratamento não se inicie no prazo legal do Sistema único de Saúde; PL 999/2019- Estabelece que a lista a ser definida pelo Poder Executivo para aplicação do regime de tributação constante da Lei n°10.147, de 21 de dezembro de 2000, deve conter os medicamentos destinados ao tratamento de câncer; e PLP 114/2019- Institui Contribuição Social incidente sobre a importância e a fabricação de produtos fumígenos.

“Os assuntos que destaquei foi a Lei 13.767/2018, que garante ao trabalhador o direito de ausência ao serviço a fim de permitir a realização de exames preventivos de câncer; e a PL 30 Dias, um Projeto de Lei da Câmara n° 143, de 2018, que hoje tramita no Senado federal e aguarda deliberação pelo Plenário, que altera a Lei n°12.732, de 22 de novembro de 2012, para que os exames relacionados ao diagnóstico de neoplasia maligna sejam realizados no prazo de 30 dias, no caso em que especifica”, afirmou a deputada federal, que ressaltou sua alegria em participar deste importante evento.

Autor:

Assessoria