CPI

E a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga possíveis irregularidades na secretaria de Regularização Fundiária (Semrfur) da prefeitura de Ji-Paraná, teve mais uma manhã de muitos depoimentos. A comissão, presidida pelo vereador, Edilson Vieira (PMDB), ouviu entre outras pessoas, a ex-secretária titular da referida pasta, Leni Matias. O conteúdo dos depoimentos não pode ser divulgado em decorrência dos trabalhos da comissão estar em total sigilo, mais o presidente Edílson Vieira disse que a maior dificuldade dos trabalhos é conseguir encontrar alguém que realmente fale algo de proveitoso.

MADEIRA

Outra Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) em andamento na Câmara de Vereadores é a que investiga supostas irregularidades no uso de madeira que haviam sido doadas ao município por um órgão federal. O presidente da comissão, vereador Josiel Carlo de Brito (MDB), falou pela primeira vez sobre o assunto, e garantiu que apresentará o relatório final na sessão ordinária da próxima terça-feira, 15. Segundo ele, apesar dos esforços, a princípio não fora constatada qualquer irregularidade no referido processo de uso da madeira, afirmando que pedirá arquivamento da CPI.

VACINA

E o segundo lote de vacinas para a Campanha Nacional Contra a Gripe, na região central do Estado chegou quarta-feira (10), na Gerência Regional de Saúde (GRS). A informação foi prestada pelo gerente regional e ex-vereador, Ivo da Silva que esteve em Porto Velho na última semana. A distribuição as 17 secretárias de saúde que formam o Polo Central, deve começar nesta segunda-feira (14), no período da manhã. No primeiro lote entregue há 10 dias, a gerência recebeu 30 mil doses que logo foram entregues as prefeituras. Somente em Ji-Paraná, a meta é vacinar 35 mil pessoas dos chamados grupos de risco de contrair a gripe.

DENGUE

A equipe do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) da secretaria de Saúde (Semusa) de Ji-Paraná iniciaram visitas indo as residências para passar dicas sobre o combate ao mosquito Aedes Aegipty, transmissão dos vírus da Dengue, Zika, Febre Amarela e Chikungunya. Nos imóveis são feitas vistorias nos quintais em busca de objetos com água parada que podem servir como focos de proliferação do mosquito. Os moradores são orientados sobre como eliminar os criadouros do Aedes, com o descarte correto de recipientes que acumulem água parada e também móveis e eletrodomésticos que estão em desuso. Todo cuidado ainda é pouco!

CAPELASSO

Dezenas de famílias residentes no conjunto habitacional Capelasso receberam na última semana o certificado de conclusão do projeto ‘Trabalho Social’. O curso foi coordenado por Simone Guimarães, e segundo a mesma envolveu várias ações, entre as quais, a melhor forma de se organizar tanto individual e coletivamente, sempre com objetivo de melhor a qualidade de vida. Outros cursos, também disponibilizados foram: Organização Comunitária, Educação Sanitária e Patrimonial, Sustentabilidade, Organização do Orçamento familiar, empreendedorismo, geração de trabalho e renda. A capacitação foi da secretaria de Estado de Desenvolvimento e Assistência Social (SEAS).

RETA FINAL

E dois vereadores, cujos nomes ainda não foram revelados, que respondem por infidelidade partidária em um município próximo de Ji-Paraná, deverão ser ouvidos na próxima semana. Essa será a última etapa para que os mesmos apresentem defesa. Após  isso, a Comissão de Ética dará o seu veredito se culpados ou inocentes. As penalidades são desde uma simples advertência até mesmo a expulsão deles da agremiação partidárias que fazem parte. Se a expulsão for confirmada, a legenda poderá até pedir via judicial a perda dos referidos mandatos.

Autor:

Jornal

Diário da Amazônia