Um aplicativo disponibilizado pelo Ministério da Saúde (MS), facilitará o acompanhamento de marcação de consultas com médicos especialistas em Ji-Paraná.

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), está divulgando o aplicativo Meu digiSUS, usado gratuitamente por pacientes do SUS que tenham smartphones com sistemas IOS e Android.

Segundo a assessora administrativa da Semusa, Andreia Cristina Pereira, o app permite que a população acompanhe, pelo celular, as consultas e procedimentos marcados por meio do Sistema de Regulação online utilizado pela Prefeitura, o SISREG.

“Com esse aplicativo, o paciente não precisa mais ir até a unidade de saúde ou na central de regulação para ter informações sobre o agendamento de consulta ou procedimento como ressonância magnética ou tomografia. Pelo aplicativo ele terá todas as informações. Isso tudo facilita a vida do paciente e diminui o fluxo nas unidades”, disse a assessora administrativa da Semusa.

O paciente pode visualizar a fila do Sistema Nacional de Transplantes e informações relacionadas à saúde pública, como nutrição, alergias, uso de medicamento e campanhas de vacinação.

Pela plataforma, o paciente pode ter acesso a endereços dos hospitais e unidades de saúde credenciadas pelo SUS, farmácias participantes do programa “Aqui tem Farmácia Popular” e acompanhar os medicamentos que o cidadão retirou.

“Além disso, o usuário pode utilizar o aplicativo para apresentar o Cartão Nacional de Saúde durante o atendimento, caso tenha esquecido em casa. O aplicativo é seguro e exige senha. Mais um motivo para ser utilizado, uma vez que as informações sobre os dados clínicos do paciente são confidenciais”, ressaltou Andreia Cristina.

 Para utilizar o app é fácil. Basta baixar o aplicativo e inserir informações básicas como CPF, nome da mãe e o e-mail. O sistema irá localizar o Cartão Nacional de Saúde e enviará uma mensagem para o e-mail cadastrado para a verificação de segurança. Talvez demore um pouco para gerar o código de segurança, por conta de ser uma plataforma nacional. Quando chegar, é só a pessoa inserir no aplicativo e seguir as instruções. Caso não consiga entrar no aplicativo, o usuário pode tirar dúvidas pela Ouvidoria do SUS: 136.

Autor:

Assessoria

Prefeitura