A blitz da Lei Seca no final de semana em Ji-Paraná levou mais três condutores para a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp). Eles foram flagrados dirigindo embriagados pela fiscalização de trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) com o apoio das polícias Civil e Militar. Vários veículos também foram apreendidos e documentos recolhidos por apresentar algum tipo de irregularidade.

As abordagens aconteceram nas ruas Paraná do bairro da Casa Preta Dom Augusto com Seis de Maio no bairro Centro, ambas no primeiro distrito, sendo a primeira delas entre a noite de sexta-feira e madrugada de sábado, e noite de sábado com a madrugada de domingo. No total, foram parados 214 veículos para que seus condutores fossem fiscalizados pelos agentes de trânsito. Do total de abordados, em três deles, o teste apontou o excesso de álcool no sangue acima do estabelecido por Lei (crime) que é de 0,33 mg/l.

Outras irregularidades

Além dos condutores, considerados bêbados após terem aceitado fazer o teste do chamado ‘Bafêmtro’, fiscalização também registrou 18 autos lavrados por embriaguez ao volante, 75 autos de infração por outras diversas irregularidades, 27 veículos removidos ao pátio do posto avançado da rua Aracaju, sendo 10 deles automóveis e 17 motocicletas (em desacordo ao artigo 230 V do CTB / lei Federal). Também foram recolhidos 35 documentos (Carteira de Habilitação / CNH e Certificado de Liberação de Veículos / CRLV). De acordo com Anderson Jorge, chefe de fiscalização de trânsito do Detran (Ciretran) de Ji-Paraná, a fiscalização transcorreu na maior normalidade, ou seja, não sendo registrado qualquer incidente. A blitz da Lei Seca aconteceu todo final de semana, não somente em Ji-Paraná, mais também nos demais municípios que fazem parte do Polo da região central.

Autor:

Jornal,

Diário da Amazônia