****************

No primeiro semestre de 2018 a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apresentou alguns dados informando que o número de mortes em Rondônia havia caído 30,61%. Só pra se ter uma ideia, de janeiro a junho de 2017, foram registradas 49 mortes, já em 2018 os seis primeiros meses registraram 34 mortes, todas vítimas de acidentes de trânsito.

De acordo com essas informações, Rondônia ocupa o 5º lugar no ranking nacional de mortes por acidente de trânsito.

Um relatório feito pela PRF, divulgado na manhã desta segunda-feira (11), informou que cerca de 10 pessoas foram a óbito só neste final de semana. A maioria delas estão relacionadas aos acidentes de trânsito na BR 364.

Ocorrências registradas

Na última sexta-feira (8), após duas carretas se envolverem em uma colisão frontal, 3 pessoas foram vítimas de um grave acidente na BR 364 em Vilhena. Ainda no mesmo dia, um senhor de idade atravessa a Av. Transcontinental em Jí-Paraná, quando foi atropelado por um carro.

Foto divulgação

No Sábado (9), outra vítima de trânsito, desta vez foi um motociclista que colidiu na traseira de uma camionete ‘Amarok’ que realizava a manobra para acessar o pátio de um posto. O motociclista não resistiu aos ferimentos e vei a óbito poucos minutos após o acidente.

No domingo (10), dois caminhões se envolveram em um acidente grave na BR 364. Após um dos caminhões tentar desviar de um buraco, o mesmo acabou colidindo com outro caminhão. Como resultado da tragédia, 1 pessoa vieo a óbito devido ao impacto das carretas.

Na madrugada de domingo para segunda, um senhor identificado como Luis D., de 49 anos, também acabou perdendo a vida após um acidente na Br 364 próximo ao distrito do Guaporé. O condutor de um carro VW Fox perdeu o controle e capotou por várias vezes na rodovia, ficando preso entre as ferragens.

Autor:

Diário da Amazônia